Personalidades do Rock:Eddie, a metamorfose ambulante

Por Marcella Matos

Com certeza você já o viu em algum lugar, pois, seu lindo rostinho está estampado nos discos, camisetas e diversos acessórios. Senhoras e senhores lhes apresento, com muita honra, Eddie, mascote do Iron Maiden. 

Eddie

Seu nome de batismo, e o que consta em sua certidão de nascimento, é Edward the Head, e seu idealizador e pai (do “Eddie das capas dos discos e afins”) foi nada menos que o desenhista inglês Derek Riggs, tendo este, trabalhado no design da capa de inúmeros discos de outras bandas e artistas, como Dream Theater, Stratovarius, Bruce Dicknson, dentre outros.

Nas palavras de Riggs, “Eddie é a imagem mais poderosa e duradoura da história do rock, já vendeu mais mercadorias nesta indústria do que qualquer outra coisa. Na época que eu o desenhei no final dos anos 70, não havia algo semelhante”. Entretanto, sua relação com a banda não é uma das melhores, tanto que outros artistas como David Patchett, Mark Wilkinson, Hugh Syme, Tim Bradstreet e Melvin Grant , fizeram suas versões de Eddie após o afastamento de Riggs.

Arte de Derek Riggs

Arte Derek Riggs

Arte de Derek Riggs

O nascimento de Eddie, entretanto, não foi no papel ou meio virtual, por exemplo, já que ele, no início, era uma máscara num painel que escorria sangue (de mentira, claro) e jorrava fumaça no palco. Após o lançamento do primeiro disco da banda, Eddie foi se aperfeiçoando, chegando a andar pelo palco (em forma de boneco gigante, com mais de três metros de comprimento), nos shows da Donzela de Ferro.

Arte de Hugh Syme, Tim Bradstreet, Melvyn Grant e David Parchett

A popularidade do mascote é tanta que a partir de um determinado momento não é um  Eddie que participa dos shows, mas simplesmente, dois, três e até quatro!… Uma característica marcante de Eddie é o seu lado camaleão (se caracteriza de acordo com as capas dos discos), de múmia à ciborgue (coloque ainda nesta metamorfose um Eddie vestido de rei, samurai, soldado, assassino, louco com camisa de força e senhor da morte; e olha que ele ainda apontava para a plateia e dizia “I WANT YOU!” (DAVID BOWIE QUE SE CUIDE!), fora que ele já flutuou atrás da bateria, lutou esgrima com Dicknson, foi eletrocutado, saiu de uma tumba e se despedaçou logo depois… Brinque com Eddie! Ele é fogo (literalmente, pois em alguns shows já saíram faísca dos seus olhos e de sua arma (foi isso mesmo que você leu!);  e olha que ele ainda duelava com Bruce Dicknson!).

  

A partir do disco Fear of the Dark, aparece nos shows um Eddie mais sofisticado, já que possuía mãos que se mexiam e que eram controladas por pessoas. Se seu pai, como dito antes, é nada menos que Riggs, sua mãe, quer dizer, suas duas mães e idealizadores, é o cenógrafo  Dave Beazley (a banda ensaiava em sua casa), que o colocou no palco (os shows do Iron Maiden são referência no ramo visual) e lhe deu todo suporte necessário para tal, e um aluno de uma escola de arte. “[…] A ideia para o Eddie surgiu de uma piada! Na música ‘Iron Maiden’, a letra diz ‘see the blood begin to flow’ (veja o sangue começar a correr) então para o pano de fundo que utilizávamos nos shows desenvolvi, com a ajuda de um amigo que estudava artes, uma máscara moldada a partir da minha própria face que tossia sangue durante essa passagem da música”., diz Beazley em entrevista ao site whiplash.net.

A tal piada citada por Dave Beazley é a seguinte: “Eddie tinha nascido sem corpo, braços e pernas. Só tinha a cabeça. Mas tirando esse problema de nascimento seus pais o amavam muito. No seu décimo-sexto aniversário eles foram a um médico que lhes disse que poderia dar um corpo ao garoto. Os pais ficaram malucos com a novidade porque seu filho poderia finalmente ser uma pessoa normal. Eles voltaram para casa e falaram para Eddie: “Nós temos uma surpresa para você. É o melhor presente do mundo!”ao que Eddie diz: “Ah não, outro boné!”(Humor inglês é óóóótimo… mas não tiremos a importância da piada!)

Eddie aparece em todos os álbuns da banda, citando alguns: Killers, The Number of the Beast, Piece of Mind, Powerslave, Somewhere in Time.  Há algumas curiosidades sobre Eddie, como, por exemplo, a de que foi escolhido como mascote da Torcida Organizada Brasileira Força Jovem Vasco,ficando a banda lisonjeada, pois eram fãs do futebol brasileiro; e inclusive, presenciaram a vitória do Vasco no Campeonato brasileiro de 2000, já que estavam no país divulgando odisco The X-Factor; a torcida jovem foi presenteada pela banda, que lhe deu uma miniatura de Eddie numa cadeira elétrica. Eddie também já foi personagem de game (first person shooter Ed Hunter).

Com o passar dos anos as aparições de Eddie vão se tornando mais trabalhadas, cheias de efeitos pirotécnicos, como os fogos de artifício, labaredas e sons diversos, com direito a um cérebro gigante entrando em sua cabeça, fazendo-o movimentar; ou um tanque de guerra no qual Eddie observa a plateia com um binóculo , e seu tanque tem direito a tiro e tudo!

O mestre: 

 

Em um dos recentes shows do Iron Maiden, Eddie arregaçou as mangas e tocou guitarra!  É por essas e outras que os fãs do Iron Maiden, e os fãs do rock em geral, têm Eddie como ídolo, e uma coisa se pode afirmar, o que seria da Donzela de Ferro sem o Eddie, e do Eddie sem a Donzela de Ferro? Enfim, Como não amar…Edward the Head?”

Um clássico entre muitos!

Fonte: ironmaidenbrasil.com.br

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: